segunda-feira, 6 de maio de 2013

Essa madrugada o alvo foi a nebulosa da Águia (M16), na constelação da Serpente.

Há tempos tento localizar essa nebulosa no céu, mas sua tênue nebulosidade dificultou um pouco a missão.


A motivação maior para essa foto era fotografar os famosos Pilares da Criação, que ficaram conhecidos através das lindas imagens do Hubble.
O M16 é um aglomerado aberto de estrelas com nebulosidade e está localizado a cerca de 7000 anos-luz da Terra.

Abaixo o resultado de 54 minutos de exposição em ISOs 800/1600/3200 com 108 frames de 30 segundos cada.